Estamos ABERTOS de segunda à sexta, das 08:00h às 11:00h e das 13:00h as 17:00h
Telefone de Contato

Atendimento

(18) 3605.9500 Segunda a Sexta
Das 08:00h às 11:00h e
das 13:00h às 17:00h
Santópolis do Aguapeí, fatos que ajudaram a construir a nossa história.

O terreno onde se localiza o município de Santópolis do Aguapeí, foi adquirido em fins de 1940, pelo Sr. Antônio Francisco dos Santos Júnior, dos senhores Toledo Pizza e Rosa Galvão, numa área total de 2600 alqueires, junto ao Rio Aguapeí, próximo à foz do Ribeirão Lontra.

Já nesta época, nos arredores onde se localiza a cidade haviam colonos japoneses, que nelas se instalaram por volta de 1938. A região era coberta de exuberante mata, onde havia as mais diversas madeiras. Não havia índios na área do município, mas animais em profusão.

Em meados de 1940, a montagem de uma serraria para explorar as madeiras possibilitou a construção das primeiras casas. Outras famílias aí se estabeleceram formando um pequeno povoado, chamado Mil Alqueires, onde instalaram um armazém. Não havia estradas, e o único meio de comunicação era uma picada (estrada rudimentar) através da mata comunicando-se com Clementina de um lado e chegando do outro as margens do Rio Aguapeí.

A terra, apesar de muito arenosa, era fértil e dadivosa, tudo que se plantava colhia. A mata foi sendo derrubada, lavouras foram surgindo, novas famílias de origem japonesa, nortistas e nordestinos, principalmente, foram se estabelecendo.

O nome do vilarejo foi mudado para Santópolis, ″polis″= cidade, daí, ″cidade de Santos″, em homenagem ao senhor Antônio Francisco dos Santos Júnior, considerado fundador. Além disso foí acrescido a palavra "Aguapeí" ao nome, devido localização às margens deste Rio. Já com o nome Santópolis do Aguapeí, o local passou a ser elevado à condição de Distrito de Paz. O denominado pela lei estadual n.º 2456, de 30-12-1953, era subordinado ao município de Clementina.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o distrito de Santópolis do Aguapeí figura no município Clementina.

Em 30 de dezembro de 1959, Santópolis do Aguapeí, foi elevado à categoria de município pela lei estadual nº 5285, de 18-2-1959, desmembrado do município de Clementina. Tendo sua sede no atual distrito de Santópolis do Aguapeí (ex-povoado). Constituído do distrito sede e instalado em 01-01-1960. 

O município eminentemente agrícola , prosperava consideravelmente, mas a partir de 1963 começou a entrar em decadência devido a queda da produção agrícola.Em virtude da erosão do solo, e da falta de incentivos por parte do governo e de uma política que priorizasse a agricultura, os fazendeiros foram transformando as lavouras em pastagens e houve grande êxodo rural.

Tanto a população rural quanto a urbana diminuíram sensivelmente durante o período.

Hoje, como em toda região, as terras santopolenses, além das pastagens tem grandes áreas onde se planta cana de açúcar devido as proximidades com usinas de álcool.

A cidade tem crescido no últimos anos, oferecendo melhor estrutura para instalações de empresas e moradores, além disso se caracteriza pela tranquilidade e qualidade de vida, típica de uma cidade do interior.